sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Cuidado porque o japonês pode bater em sua porta a qualquer momento..





A foto dele com a PF está em todas. Sempre segurando os ‘fora da lei’ pelo braço. Se você pensa que a prisão de André Esteves nesta quarta-feira é a primeira entre bilionários no Brasil e na lista da Forbes, se engana.





Pela lista, Esteves se situa na 15ª posição na lista dos homens mais ricos do país, dono de uma fortuna estimada em R$ 7,9 bilhões. E agora publicaram que ele é um dos donos da UOL. Vixi...



O homem mais rico da Rússia e o 15º mais rico do mundo, Khodorkovsky da indústria do petróleo chegou aos R$ 56,4 bilhões. Acusado de fraude fiscal e evasão de divisas pelo fisco russo. Ficou no xilindró até 2013, mas recebeu o perdão judicial do presidente Vladimir Putin. Sua fortuna pessoal hoje não passa de R$ 376,8 milhões.



Wong bilionário, atrás das grades desde 2010 condenado a pena de 14 anos por crimes como insider trading e obstrução da justiça. Fundador e principal acionista de uma empresa de varejo especializada na venda de eletrodomésticos. A fortuna pessoal caiu dos R$ 26,7 bilhões, para R$ 6,6 bilhões...




Rajaratnam tem na agenda 11 anos no xilindró. Nos Estados Unidos pelos crimes de conspiração e fraude de valores mobiliários, maior caso de insider trading da história. Cumpre pena em uma prisão federal de Massachusetts. Pagou multas de R$ 565,2 milhões. Sua fortuna deR$ 6,8 bilhões, sumiur...



Taubman, o boommmm dos shopping centers e ex-presidente do conselho de administração da casa de leilões Sotheby’s, foi em cana. Participou de um esquema de fixação de preços. Em seus últimos anos de vida, abraçou a filantropia, e doou mais de R$ 1,8 bilhão para várias instituições. A fortuna de R$ 11,7 bilhões, ficou com seus herdeiros. 




Stanford, o famosos do mercado financeiro internacional, acusado de criar um esquema Ponzi e considerado culpado de várias acusações. Condenado a 110 anos de prisão, cumpre a sentença na cadeia da Flórida. Sua fortuna pessoal era de R$ 7,5 bilhões, com as fraudes cometidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário